Últimas Notícias

A CASA COMEÇA A CAIR: EX PRESIDENTE DA PETROBRAS DEDURA A PRESIDENTA DILMA ROUSSEF

Em defesa apresentada ao Tribunal de Contas da União, o ex-presidente da Petrobrás José Sergio Gabrielli pede para ser excluído, junto com outros dez ex-integrantes da Diretoria Executiva da estatal, do processo que determinou que o bloqueio de bens dos executivos responsáveis pela compra da refinaria de Pasadena, nos EUA. Caso o pedido não seja aceito, solicita que o Conselho de Administração que autorizou o negócio em 2006 seja responsabilizado pelo prejuízo da compra e tenha o mesmo tratamento dos ex-diretores: todos precisam ser ouvidos no processo e ter o patrimônio congelado.
Dilma Rousseff era presidente do Conselho de Administração da estatal à época. O argumento da hoje presidente da República para ter aprovado o negócio é que o conselho se baseou em um resumo técnico "falho" e "incompleto" a respeito do negócio.
Em decisão preliminar de julho do ano passado, o tribunal isentou o Conselho de Administração. Na segunda, em resposta ao Estado, o TCU não descartou a possibilidade de arrolar Dilma e os demais ex-conselheiros no processo sobre a compra da refinaria (mais informações abaixo). Segundo concluiu o tribunal, o prejuízo da Petrobrás com o negócio foi de US$ 792 milhões. A defesa de Gabrielli argumenta que o Conselho de Administração teve tanta ou mais responsabilidade do que a Diretoria Executiva na compra da refinaria.
De acordo com a defesa de Gabrielli, o Conselho tinha "obrigação de fazer uma avaliação criteriosa" de todos elementos do contrato antes de autorizar a compra, e contava com "os mesmos elementos fornecidos pelas mesmas pessoas" com os quais a Diretoria tomou a decisão. É com base no estatuto que Gabrielli pede que os integrantes do Conselho também sejam responsabilizados. "Caso este tribunal entenda que não é possível afastar a responsabilidade dos integrantes da Diretoria Executiva, que sejam então chamados para manifestar-se todos integrantes envolvidos na aprovação dos contratos, incluindo os membros do Conselho de Administração."

Deu no Estadão

FUJONA

Dilma Rousseff "fugiu" do Fórum de Davos para não ser obrigada a discutir combate ao terrorismo. Grande escapada – Deixar de participar do Fórum Econômico Mundial, em Davos (Suíça), é um dos pecados que qualquer chefe de Estado ou de governo pode cometer. A reeleita Dilma Rousseff havia confirmado presença na 45ª edição do evento que começa na quarta-feira (21), na charmosa e bucólica cidade encravada nos Alpes Suíços, mas acabou cancelando a viagem. O Brasil será representado pelo ministro da Fazenda, Joaquim Levy, que viajou para Davos na noite de segunda-feira, 19/1.

LEVIANDADE E COVARDIA

Na semana em que o governo federal anunciou a elevação de impostos como parte do ajuste fiscal para o ano de 2015, o candidato da oposição na última eleição, Aécio Neves, acusou Dilma Rousseff de ser irresponsável ao não admitir antes a gravidade da situação do País. 

"Faltou à então candidata Dilma Rousseff a responsabilidade para admitir a gravidade da crise econômica, a gravidade da crise do setor elétrico para tomar as medidas necessárias para minimizar seus efeitos", disse Aécio, que acusou a petista de mentir aos brasileiros durante a campanha.

Na opinião de Aécio, a presidente Dilma, ao adotar medidas amargas para tentar reverter a crise, não deixa claro aos brasileiros que a situação é culpa de seu governo. "Falta coragem à presidente da República para, olhando nos olhos dos brasileiros, dizer que as medidas que estão sendo tomadas são consequências dos inúmeros equívocos de seu governo", criticou o tucano. O senador ressaltou ainda que o aumento de impostos renderá cerca de R$ 20 bilhões anuais aos cofres públicos. 

Durante o período eleitoral, a campanha de Dilma Rousseff dizia que Aécio, caso vencesse as eleições, tomaria "medidas impopulares". Dilma ressaltou várias vezes seu compromisso com o emprego, a renda e os direitos trabalhistas.
Dida Sampaio/Estadão
Dei no Estadão

SÓ COM MUITA REZA

Eduardo Braga, o novo ministro das Minas de Dilma e Energia do Brasil da Silva, disse: "Deus é brasileiro e não faltará energia". Quer dizer, nesse governo, para que não haja apagão, só rezando. Isso é que é eficiência. Isso é que é energia positiva.

SEM PERDÃO

A Indonésia acaba de negar pedido de clemência para o outro brasileiro que está com um pé no cadafalso lá em Jacarta. O que causa um certo incômodo na gente é que Joko Widodo já não consegue esconder um certo ar de satisfação sempre que diz não a um pedido feito pelo Brasil. Já tá ficando meio chato e até humilhante as autoridades brasileiras ficarem defendendo esse pessoal que mexe com drogas e vai fazer turismo na Indonésia.

O DEFUNTO FOI O CULPADO

A polícia de Cristina Kirchner descobriu por que não havia sinais de pólvora nas mãos do promotor Alberto Nisman. É que ele teria usado luvas para cometer o suicídio. Assim que morreu, tirou as luvas e levou-as para o céu. Foi bem assim, desse jeito, que ele tentou incriminar Cristina Kirchner. Ponto final. Caso encerrado.

PACOTE DE MALDADES

Conto da carochinha – O pacote de maldades anunciado por Joaquim Levy para aumentar a arrecadação de impostos do governo federal em R$ 20,6 bilhões servirá de moldura para o discurso do ministro da Fazenda no Fórum Econômico Mundial, em Davos (Suíça), nesta quinta-feira, 22/1.
Representante maior do governo brasileiro no evento, já que a presidente Dilma Rousseff fugiu da raia, Levy tentará mostrar aos investidores internacionais o plano oficial para aumentar as receitas do Tesouro Nacional, sem prejudicar o avanço dos programas sociais. Nas primeiras horas da estreia do novo governo, que promete ser a mesma lambança do anterior, o Palácio do Planalto anunciou corte de R$ 22,7 bilhões, valor que afetou os 39 ministérios. A medida, de acordo com o governo, vale até a aprovação do Orçamento da União de 2015, que deveria ter sido votado no Congresso Nacional antes do início do recesso parlamentar.
Antes de assumir o Ministério da Fazenda, Joaquim Levy, que substituiu no cargo o incompetente Guido Mantega, apresentou um fórmula conhecida para recolocar a economia brasileira nos trilhos: aumento de receita e redução de gastos. Acontece que nos últimos anos o governo teve a receita majorada no rastro da arrecadação de tributos, mas gastou mal e mais do que deveria, apenas porque Dilma precisava se reeleger.
O novo plano de ajuste fiscal, anunciado às pressas na última segunda-feira (19), antes de Levy embarcar para a Suíça, prevê a volta da Cide (combustíveis); o aumento do PIS/Cofins sobre as importações; a elevação do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF), que incide sobre empréstimos e financiamentos a pessoas físicas; e a alteração da cobrança do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) no setor de cosméticos, há muito um dos segmentos econômicos mais castigados.

CONFUSÃO NO TRÂNSITO DE IMPERATRIZ, TERMINA EM PANCADARIA ENTRE MAGISTRADO E MOTOQUEIRO

O trânsito caótico da cidade de Imperatriz, vem provocando cenas inusitadas. Assim como acontece nas grandes cidades, o stress toma conta dos condutores de veículos, provocando muita confusão. Na tarde desta quarta-feira, 21/1, uma simples "trancada" entre um veículo que era conduzido por um "MAGISTRADO" e uma moto, terminou em pancadaria, sobrando soco na cara e chute no "zovo" entre os envolvidos. Tudo teve início quando o "MAGISTRADO" se irritou com um motoqueiro, o perseguindo pela Av. Ceará, no centro da cidade. Ao alcançar o condutor da moto, o MAGISTRADO desceu carro e partiu para cima do motoqueiro, lhe desferindo alguns socos na cara (relatos feitos por testemunhas). O motoqueiro reagiu a agressão, e, segundo várias pessoas que testemunharam o acontecido, partiu para cima do MAGISTRADO, lhe desferindo um festival de murros, socos, chutes e pontapés, foi pancada para dar em doido. A polícia foi chamada ao local do telequete, mas nada pode fazer, apenas conduziu o motoqueiro até o Plantão Central de Polícia, mas sem o comparecimento do MAGISTRADO, nada pode ser feito.

 

AMARANTE-MA: O POVO ESTÁ ZANGADO COM A PREFEITA ADRIANA RIBEIRO

Moradores da Vila Deuzimar, estão em pé de guerra com a Prefeita Adriana Ribeiro (PV). O motivco da zanga é que o bairro foi transformado em um MELECHETE DE PINCHO, o asfalto prometido não saiu. Apenas a rua onde MORA  a MÃE do Presidente da Câmara, recebeu a camada asfáltica. 

AMARANTE: EM FAMÍLIA

Concurseiros que realizaram o concurso público da Prefeitura de Amarante-MA, denunciam que o município já realizou TRÊS chamadas dos aprovados, mas estranhamente, os FELIZARDOS que foram convocados, na sua MAIORIA tem os mesmos SOBRENOMES. Coisa esquisita!

QUEM SERÁ O GESTOR DE EDUCAÇÃO?

A escolha do nome que vai comandar a Diretoria Regional de Educação da região Tocantina, só será anunciado no mês de fevereiro, após a eleição da Assembleia. Os nomes mais cotados para assumir o cargo, são o do Professor Etevaldo e de Rosyjane. Informações de bastidores dão conta de que Professor Etevaldo leva uma certa vantagem, devido o seu trabalho prestado durante toda a campanha de Flávio Dino na região Tocantina, quando o mesmo foi um "SOLDADO DO PARTIDO" 

ROSÂNGELA CURADO, PASTOR PORTO, E ELE...

A lista de pré candidatos a Prefeitura de Imperatriz, que estão de olho no apoio do Governador Flávio Dino se alonga a cada dia. A primeira da fila e a Adjunta da secretaria de Saúde, Rosângela Curado, agora surge o nome do vice prefeito, Pastor Porto. Existe um outro nome que ainda não está sendo ventilado, mas dependendo do andamento dos trabalhos do governo na região Tocantina, poderá ser ele o UNGIDO. Estamos falando do nome do secretário de Infraestrutura do Estado, Clayton Noleto. Os dois últimos, dependem diretamente do apoio do governo estadual para decolarem, já Rosângela Curado (PDT), já disse para os mais próximos, que NÃO ABRE nem para o trem. É esperar para ver!

CARNAVAL DE IMPERATRIZ SERÁ UMA FESTA

O Presidente da Fundação Cultural de Imperatriz, Lucena Filho, vem trabalhando com o objetivo de realizar um dos melhores Carnaval da história da cidade. Este ano a festa de momo será realizada em parceria com a empresa WR promoções, e contará com o apoio do Governo do Estado e da Prefeitura de Imperatriz. Além do Carnaval da Marchinha, que já virou tradição, também estará de volta o Carnaval da Beira Rio, que contará com bandas de RENOME NACIONAL. 

O AUMENTO DE IMPOSTOS NÃO VAI SACIAR OS LADRÕES

O governo já autorizou o aumento do imposto sobre os combustíveis, o que naturalmente será repassado para as bombas, com mais um aumento do preço do litro de gasolina e óleo diesel. A intenção do governo é aumentar a sua arrecadação, que já vem batendo RECORDES todos os anos. Não adianta aumentar a arrecadação, sendo que o valor arrecadado jamais será usado como deveria ser. Para encher o rabo destes LADRÕES que se apoderaram da coisa pública, não há dinheiro no mundo que que mate a fome (de roubar) deles.

PARABÉNS DEPUTADO LÉO CUNHA

O deputado estadual Léo Cunha (PSC), é o aniversariante de hoje, 21/1, mas quem recebe o presente é os moradores de Imperatriz e região. Léo Cunha tem se destacado pelo seu grande trabalho, sendo um dos deputados mais atuantes na Assembleia Legislativa. O resultado disso foram os mais de 50 MIL VOTOS recebidos na sua reeleição. Parabéns deputado!



PASTOR PORTO INICIA O JOGO

Cansado de ser VICE, Pastor Porto (PPS), já avisou que também vai entrar no "JOGO" eleitoral de 2016. Ele disse que vai para disputa, podendo até mesmo mudar de partido. O atual vice prefeito de Imperatriz, afirmou que pretende contar com o apoio do Governador Flávio Dino e do Prefeito Madeira. Porto gosta de "JOGAR", e se no final sobrar mais uma vez a vaga de VICE, ele sai ganhando.

APAGÃO

Sem investimentos no setor da produção de energia elétrica, o Brasil corre o risco eminente de sofrer um APAGÃO. Isso é o resultado da política populista implantada nos últimos 12 anos por esse governo corrupto hoje instalado no País.

EM DEFESA DOS MILITARES DO MARANHÃO

O deputado Antonio Pereira (DEM) já encaminhou Indicação à Assembleia Legislativa, em que sugere ao Governo do Estado a criação de um Departamento Jurídico na polícia Militar do Maranhão, que ficaria responsável pela representação judicial de policiais.
O departamento atuaria na defesa de PMs envolvidos em questões administrativa ou jurídicas, quando resultante do exercício de sua função pública.
Logo no início do governo, o governador Flávio Dino (PCdoB) editou Media Provisória que determina a defesa dos policiais pela Procuradoria-Geral do Estado, decisão que gerou polêmica nos meios jurídicos.
A função da PGE é a representação jurídica do Estado, como instituição. Sua disponibilização para policiais estaria desvirtuando estas funções, entendem especialistas.
Para Antonio Pereira,  caberia ao departamento jurídico da própria PM a defesa de policiais envolvidos em excessos.
- É importante que seja concedido a esse policial o direito de defesa por meio de setor jurídico competente - afirmou.
Após aprovada em plenário, a Indicação de Pereira será encaminhada à apreciação do governador.
Pereira: defesa da PM
Deu no Marco Deça

ISSO É UMA VERGONHA! AEROPORTO DE IMPERATRIZ AINDA OPERA ORIENTADO POR "BIRUTA"

Não pode SERENAR que pousos e decolagens ficam suspensos no aeroporto Renato Moreira. O aeroporto NÃO conta com instrumentos modernos que possam orientar os pilotos em condições adversas. A "BIRUTA" ainda é o instrumento MAIS MODERNO existente no aeroporto.

OPOSIÇÃO VAI SE POSICIONAR CONTRA "ESTELIONATO" DO GOVERNO

O presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves (MG), criticou nesta terça-feira, 20/1, as medidas anunciadas pela área econômica do governo e as classificou como "estelionato" eleitoral. Segundo ele, integrantes da oposição irão se mobilizar para impedir no Congresso Nacional a aprovação de propostas que possam penalizar os trabalhadores. "É inaceitável que medidas dessa magnitude, que afetarão a vida de milhões de famílias, sejam tomadas sem nenhum debate com a sociedade"
O posicionamento do tucano ocorre logo após a presidente Dilma Rousseff vetar a correção de 6,5% na tabela do Imposto de Renda da Pessoa Física, aprovada no fim do ano passado pelo Congresso Nacional. A decisão consta da sanção, com vários vetos, da Lei 13.097, que é resultado da aprovação da Medida Provisória 656.
"A presidente Dilma inicia o seu novo mandato cortando direitos trabalhistas e aumentando impostos. Com isso, trai os compromissos assumidos com a população durante a campanha eleitoral", diz o senador em nota. "Na prática, isso significa que o governo está aumentando o imposto de renda a ser pago pelos brasileiros. O brasileiro tem sido a grande vítima da incompetência e das contradições do governo do PT".
Aécio também cita o apagão ocorrido nessa segunda, 19, em 10 Estados e no Distrito Federal e o anúncio, no mesmo dia, pelo ministro da Fazenda, Joaquim Levy, de um pacote de aumento de impostos ao consumidor e às empresas dos setores de combustíveis, cosméticos e importadoras. A iniciativa do governo visa elevar a arrecadação em R$ 20,6 bilhões, e tem como objetivo recuperar a confiança na economia e fechar as contas este ano.